Gestão de Caixa: Qual a importância para a gestão estratégica do negócio?

Diversos fatores influenciam no sucesso de uma empresa no mercado, estando entre eles a realização de uma gestão de caixa eficiente.

Com o uso dessa ferramenta, se torna possível identificar o saldo disponível no caixa da empresa.

Além disso, ela também contribui para que o empreendedor tenha uma visão completa de sua situação.

Compreende-se como funcionalidade da gestão de caixa o controle de entradas e saídas dos valores financeiros que movimentam o caixa a cada dia.

Quando isso ocorre, se torna possível identificar pequenos erros ou problemas em sua gestão, minimizando assim possíveis prejuízos e tornando um empreendimento mais lucrativo.

Preparamos para os nossos leitores os principais motivos para realizar uma gestão de caixa eficiente. Confira!

  1. Saúde financeira
    A saúde financeira de uma empresa depende diretamente dos resultados de seu faturamento.

Ou seja, para obter essa resposta de forma mais coesa, é preciso compreender quais são os indicadores de fluxo de caixa.

Por meio destes números, é possível converter o grupo de dados de um negócio em informações objetivas e claras, facilitando assim a análise completa da atual situação financeira.

Desse modo, os indicadores do fluxo de caixa são importantes recursos capazes de apontar para o empreendedor a qualidade de seu controle de caixa. O que permite ter uma visão mais ampla e dinâmica de seu negócio.

  1. Controle financeiro na gestão de caixa
    A gestão de caixa é a forma mais eficiente de saber para onde o dinheiro está indo de seu empreendimento.

Por meio de seu controle, é possível acompanhar toda a movimentação de valores da empresa.

Sendo assim, busque manter tal controle sempre atualizado, possibilitando assim compreender quais são os serviços que geram mais vendas, bem como quais produtos são mais lucrativos, quais apresentam mais maiores gastos etc.

Aproveite para ler mais em: É possível pagar menos impostos? A importância do planejamento tributário para sua empresa

  1. Conhecimento dos custos
    Com as anotações em dia, você consegue mensurar os custos fixos e variáveis do seu negócio de forma mais simples. Com esses dados, é possível que você identifique pontos de corte para otimizar ainda mais seus recursos.

Para que seja ainda mais fácil de analisar os custos da empresa, é importante que também haja em sua gestão de caixa a divisão dos tipos de gastos.

Considere como despesas fixas aquelas que não sofrem variação com o aumento ou diminuição da produção, tais como: aluguéis, salários, manutenções, etc.

Já as despesas variáveis são aquelas que alteram conforme a demanda de produção, como: comissões de vendedores, gastos com matéria-prima, água, luz e outros.

Logo contar com apoio de um profissional especializado, permite promover em toda estrutura empresarial uma redução de custos.

  1. Acompanhamento de informações
    Manter o fluxo de caixa sempre atualizado é uma atividade de extrema importância e que deve ser realizada em todas as empresas.

Desse modo, é indicado que todos os empreendedores façam minuciosos acompanhamentos nesta ferramenta, tendo como foco principal a melhoria de suas estratégias e o alcance de bons resultados para todo o empreendimento.

  1. Planejamento financeiro
    A realização de um planejamento financeiro auxilia na projeção de despesas e receitas, apontando assim a real situação econômica da empresa.

Dessa maneira, é possível apurar resultados de uma forma geral que permitem compreender quanto dinheiro disponível o empreendimento terá e qual será o melhor destino para os valores montantes.

Diante disso, a gestão de caixa se torna extremamente importante para a otimização de seus recursos bem como a sua alocação.

  1. Tomadas de decisões
    A gestão de caixa permite visualizar com clareza onde o dinheiro da sua empresa está sendo investido.

Além disso, também é possível descobrir quais serviços ou produtos estão gerando uma maior entrada de capital.

Sendo assim, por meio da realização de análise de dados, é possível tomar decisões estratégicas que beneficiem não só o seu setor financeiro como também toda a empresa.

  1. Dicas para uma boa gestão de caixa
    Podemos citar como dicas de uma boa gestão de caixa as seguintes práticas dentro de uma empresa:

Atualize periodicamente as informações financeiras, mesmo que acompanhamento realizado seja mensal;
Projetar seu fluxo de caixa, levando em conta o ciclo financeiro da sua empresa;
Faça projeções realistas, analisando sempre o cenário econômico ideal e o não ideal;
Analise a taxa de inadimplência dos clientes, sempre que desejar fazer um novo investimento;
Utilize sistemas de gestão financeira que permita ter um controle seu fluxo de caixa mais apurado;
Renegocie prazos de pagamentos com fornecedores;
Não confunda os valores de venda com os valores de recebimentos.
Por fim, a realização de uma boa gestão de caixa em uma empresa vai além do controle de saídas e entradas de dinheiro.

Se trata de uma importante ferramenta, de uso fundamental na aplicação de planejamento financeiro.

Portanto, lembre-se de dar a devida importância a esse instrumento em sua empresa ou poderá acabar sofrendo prejuízos durante o desenvolvimento de seu negócio.

Agora você já sabe a importância de uma gestão de caixa para sua empresa e como ela pode ajudar a promover uma redução de custos em suas operações.

Que tal continuar aprendendo? Confira nosso blog e aproveite para ler também: Sistema de gestão para bares e restaurantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *